Como aumentar o valor percebido do seu produto pelo seu cliente

Como aumentar o valor percebido do seu produto pelo seu cliente

Uma simples camiseta branca, de algodão, pode custar R$ 20,00, R$ 200,00 ou mais. Produtos similares em usabilidade e qualidade com preços tão diferentes; você sabe por que isso acontece? É o valor percebido.

No exemplo acima, o valor percebido pelos consumidores de camisetas de algodão é um dos principais fatores que os deixará dispostos a pagar caro por uma peça. Mesmo sabendo da existência de similares mais em conta no mercado.

Neste conteúdo você vai entender o que torna esse valor algo tão fundamental para as empresas e como é possível construí-lo no seu produto ou serviço. Vamos começar?

jornada do cliente

Preço versus valor percebido

À primeira vista, esses dois conjuntos de valores podem parecer a mesma coisa, mas não se engane.

O preço faz referência aos gastos, despesas de um determinado produto. E a empresa é responsável por determiná-lo com base nos seus custos e margem de lucro.

Vamos supor que você venda bolsas de couro. De forma bem simplória, você irá determinar o preço de suas bolsas levando em conta: custos de toda matéria prima, custos operacionais e analisar quanto, além disso, você quer ter de lucro. O resultado final será o preço da sua bolsa.

E o cliente tende a avaliar tudo isso na hora de realizar uma compra.

Não tenho dúvidas de que você já foi em algum evento e se deparou com uma garrafinha de água custando R$ 10,00 ou mais e pensou: ‘’Puxa vida! Mas é só água!’’.

Entretanto, quando o assunto é valor percebido a conversa é outra.

Como seu produto impacta a vida do consumidor? Quais os diferenciais que sua empresa oferece em relação aos concorrentes?

No mercado, seu produto pode ser escolhido por status social (como é o caso de roupas de grife e carros de luxo). Em termos de serviço, atendimento ou qualidade de entrega podem ser a chave para te diferenciar.

O valor percebido diz respeito ao que chamamos de ‘’custo-benefício’’, ele está nas vantagens agregadas, sejam elas subjetivas ou de forma a complementar uma venda.

Como o valor percebido é construído?

Existem diversas formas de transformar a maneira como o público enxerga sua empresa. Mas as estratégias que são mais efetivas nessa construção são:

Marketing

O marketing é, sem dúvidas, uma das formas mais eficazes de criar a ideia de valor percebido em um cliente.

Uma construção de identidade de marca assertiva com seu mercado e campanhas que explicitem os benefícios tangíveis e intangíveis de adquirir seus produtos e serviços é a chave para, literalmente, valer mais.

É responsabilidade do marketing enaltecer ainda mais as qualidades técnicas que sua empresa oferece e transmitir a ideia de que a compra não é apenas para um fim mas uma experiência.

Essa experiência pode estar relacionada a status, facilidades na utilização do serviço, resoluções de vida, etc.

E isso é possível em qualquer escala, seja para vender um refrigerante ou uma casa.

Quer um exemplo?

Quando a Coca-Cola aparece em comerciais, ela sempre está relacionada a felicidade, família e conquistas. Gerando uma percepção de valor diferente sobre o produto, que deixa de ser apenas uma bebida gaseificada e passa a ser sinônimo de agradáveis reuniões sociais.

valor percebido

  • Qualidade

Posicionar seu produto/serviço em destaque à outros é uma tarefa que pode ser facilitada quando você oferece algo de qualidade no mercado.

Por mais que manter um bom produto gere mais custos de produção, isso tudo será recompensado quando você conseguir gerar o valor percebido ideal.

As qualidades devem ser enaltecidas no momento de convencer seu público, fortalecendo ainda mais o discurso de venda.

Quando você percebe alguma qualidade que não é explorada pelos concorrentes, é o momento de colocá-la como diferencial para gerar valor.

Outro ponto importante é a entrega em relação à expectativa. Não adianta gerar valores que não existe.

Em pouco tempo seu cliente irá perceber que aquele produto não era tudo o que foi prometido, gerando grandes perdas para sua empresa à longo prazo.

  • Vendendo soluções não ‘’coisas’’

Quanto custa uma viagem de férias para uma ilha paradisíaca para alguém que trabalha há mais de 10 anos, sem tirar, sequer, um tempo para si?

Não tem preço, não é?

Nesse caso o que está sendo vendido não é um simples pacote de viagem, é a solução para o cansaço de alguém.

Além de oferecer um valor real de hospedagem, comida e transporte, o que vemos nesse exemplo é que existem outros pontos que podem ser tocados por sua empresa no momento de convencer esse público.

Quem não se lembra da propaganda do cartão de crédito MasterCard com o famoso Slogan ‘’isso, não tem preço’’?

É um excelente exemplo de uma campanha de marketing vendendo solução.

 

3 estratégias que te ajudam a aumentar, significativamente, o valor percebido do seu produto

Agora que você já sabe como construir o valor percebido do seu produto, vamos colocar a mão na massa?

  • Personalização da comunicação

Como falamos da importância do marketing e do ‘’vender soluções’’, vale ressaltar a importância de personalizar todas as suas mensagens.

Um cliente que sente que aquele produto é feito para ele, que é exclusivo, e claro, atende ao que ele procura, está muito mais preparado para pagar por todos esses benefícios.

Afinal, tudo isso torna sua experiência de compra e aquisição diferenciada.

  • User onboarding

Se você opera no mercado SaaS, certamente esse nome não é desconhecido para você. Ou, pelo menos, não deveria.

Afinal, o User Onboarding é responsável por entregar a melhor experiência de ‘’boas vindas’’ e garantir o sucesso do seu cliente no primeiro contato dele com seu produto.

Favorecendo a percepção de todo o valor que seu software tem a oferecer.

  • Vídeo cases

O vídeo case nada mais é do que um case de sucesso contato em vídeo.

Os vídeos por si só são formatos de conteúdo mais personalizados, que aproximam marcas e consumidores de maneira mais humanizada.

O diferencial deste formato está no fato de que não é mais você quem está falando sobre sua marca, mas um cliente satisfeito.

Dê uma olhada no vídeo case que a Loja Integrada produziu junto da Conpass:

Pesquisa indicam que mais de 50% dos internautas assistem um vídeo do que pretendem consumir antes de apostar no investimento.

Que tal não perder essa parcela de consumidores?

Conclusão

Como você pode notar, cobrar caro no mercado não é tarefa fácil.

Mas a questão do preço de um produto ou serviço deve ir, justamento, além do valor em dinheiro. Ela precisa transcender a esfera bancária e fornecer aos consumidores experiência e sensações positivas em relação à sua empresa em todo o processo de compra e após ele.

Apostar em estratégias de marketing para atrair seu consumidor e em ferramentas como o user onboarding, pode aumentar – e muito – o valor percebido do seu produto pelo seu cliente.

Este conteúdo foi produzido pela equipe de marketing da VidMonsters. Se quiser saber mais sobre estratégias de vídeo marketing para valorizar sua empresa, conheça nosso blog.

jornada do cliente

Comentários

comments

Próximo Post
Post Anterior
Esse Post Foi Escrito Por