Ferramentas de analytics para marketing, qual escolher?

Ferramentas de analytics para marketing, qual escolher?

Quais ferramentas de analytics são indicadas para sua operação de marketing de digital? Conversamos com 3 gestores de marketing de renomadas startups que apontam quais são as mais indicadas e por que.

Data driven! Ser orientado a dados é um dos principais diferenciais das startups. Com dados em mãos é possível trabalhar com antecipação de problemas, entender o comportamento dos seus usuários, prever possíveis churns, a entrada de novos leads na base, entre outros pontos importantes à gestão de uma empresa.

Contudo, o número de ferramentas de analytics é enorme e nem sempre apenas uma irá atender suas necessidades. Em geral, as empresas utilizam um conjunto de ferramentas de analytics para complementar suas análises e ter um olhar mais assertivo sobre o comportamento dos clientes.

Olhando para essa dificuldade, conversamos com 3 especialistas em marketing digital e listamos as ferramentas de analytics preferidas por eles:

1 – Google Analytics

Gustavo_ferramentas de analyticsA ferramenta de analytics é uma das mais conhecidas no mercado e segundo Gustavo Stork, CMO da Conpass, DJ da Igreja, Bruce Lee do Muay Thai e J.K Rowling do drama, dependendo do nível de conhecimento do usuário, ela pode atender a quase todas as necessidades da área de marketing.

Entre as funcionalidades, é possível analisar em tempo real o tráfego de seus canais, acompanhar conversões e monitorar público e comportamento em seus sites. Além disso, a integração com outras ferramentas como o Google Adwords facilita a criação de campanhas focadas no comportamento do seu público alvo.

Stork aponta que outra vantagem do analytics é a possibilidade de criar metas específicas para cada material, analisar como estão as conversões e de que canais elas vêm. Segundo ele, esse é um excelente motivo para usar a ferramenta.

Outra métrica muito importante dada pela ferramenta é a taxa de rejeição. “Por ela é possível analisar onde estão ocorrendo problemas de retenção nos seus canais e agir assertivamente”, finaliza.

2 – Metabase

Vanessa Eufrásio, filha da tormenta, mãe de gatos, dos cabelos coloridos e Gerente de Marketing da SumOne, aponta a Metabase como essencial à coleta e análise de dados. A ferramenta pode ser integrada ao banco de dados da empresa e a partir disso gerar dashboards de dados com base nas perguntas que você precisa responder.

Vanessa explica que todas os recursos da empresa podem ser conectados à ferramenta, desde site, blog e até mesmo o produto. É possível também utilizá-la no Customer Success, aplicando um dashboard de resultados (número de usuários na base; resgates; ticket média, etc) de cada cliente.

A ferramenta é gratuita e de acordo com a empresa (Metabase), é possível configurar a ferramenta com muita solidez de dados em apenas 1 hora.

3 – Webseo e Ahrefs

Análise de mercado, concorrentes e resultados da empresa. Todas essas avaliações podem ser feitas, como comenta Raíza Terra, Head of Growth mundial, Mulher Maravilha, CEO da Growth Office, CEO da Amor e Abobrinhas e Coordenadora de Marketing da Exactsales, pelas ferramentas Webseo e Ahrefs.

Ela explica que a Ahrefs é uma ótima fonte para coletar insights sobre possíveis palavras e acompanhar o ranqueamento das palavras de interesse no Google e analisar como os concorrentes estão se posicionando.

Já a Webseo, que chegou recentemente ao Brasil, tem a vantagem de ter um preço mais acessível e ser muito similar a Ahrefs.

 4 – Hotjar

batima_ferramentas de analyticsIndicada por Raíza, Stork e pelo Batman, a ferramenta entrega um nível de análise mais relacionado a experiência do usuário. Ao avaliar um site ou portal ela traz diversos dados e entrega um relatório big data de comportamento.

Raíza explica que com ele é possível avaliar, via mapa de calor, os pontos que precisam de melhora nos seus canais. Para análise de blogpost, ela tem um papel importantíssimo, pois é possível perceber onde os leitores estão deixando o material. “Nesses casos, é interessante pegar esses conteúdos e fazer uma revisão. Fazer melhorias de fluência, enfim, é uma ótima ferramenta para fazer um teste de qualidade dos blogposts“, finaliza Raíz.

Estas são apenas algumas das soluções usadas diariamente pelos profissionais de marketing. Há uma variedade enorme de ferramentas e cada uma delas irá se adequar ou não ao seu modelo de negócio, mas a questão central é você conhecer o maior número possível delas para otimizar e potencializar seus resultados.

Trial: como entregar Wow para o cliente no primeiro contato

Comentários

comments

Próximo Post
Post Anterior
Esse Post Foi Escrito Por

Jornalista na CONPASS, roteirista e cineasta. Formado em jornalismo com pós graduação em cinema e mestrando em Literatura. Nas horas vagas lembro do vendaval que varreu Macondo e combato o crime em Gotham City. Acredito na teoria de que o jornalismo tem por missão educar e não apenas informar.